Moda Sustentável

Moda Sustentável

Precisamos falar sobre a indústria da moda.

Você já parou para pensar na forma como você consome roupas? Estamos sempre achando que não temos peças suficientes, que precisamos comprar uma blusinha preta, uma saia, mais uma calça jeans. E eu te pergunto: Pra quê?

Essa realmente é uma necessidade sua, ou uma ideia plantada pela indústria da moda, que dita a forma como devemos nos vestir e faz você sair por aí se comparando aos outros, achando que nunca tem a peça certa?

Pra te ajudar a entrar de vez nessa vibe de repensar seu consumo, assim como o material das roupas que escolhe, vou te contar uma coisa sobre aquela blusinha básica de algodão, super confortável, versátil, que combina com praticamente qualquer ocasião.

Para ser produzida, ela consome muita água e, pela utilização de uma grande quantidade de agrotóxico, ainda polui o que sobra. A transformação do bulbo de algodão em tecido ainda inclui um grande consumo de energia pelas diversas máquinas empregadas no processo e a utilização de químicos para o acabamento, que deixam o tecido macio e o preparam para receber a cor. Falando em cor, por ser resistente à tintas, um terço desses produtos utilizados ainda acaba no esgoto (porque não dizer logo nos rios…)

Mas não para por aí. Depois de tudo isso, o tecido vai para as fábricas, onde são produzidas as roupas… e sempre fica aquela pergunta: Em quais condições?

Seu impacto final é a geração de gases do efeito estufa pela produção dos pesticidas e fertilizantes, e pelos processos realizados, gerando aproximadamente 2 kg e meio de CO2 na produção de uma simples blusinha.

Uma opção, é a substituição por algodão orgânico, que não causa impacto pelo uso dos pesticidas e fertilizantes, e assim conserva lençóis freáticos e solo mais limpos. Existem várias empresas que estão priorizando tecidos mais sustentáveis, que não possuem plástico em sua composição (poliéster), investindo no reuso de materiais da indústria têxtil, e buscando formas mais naturais para colorir as roupas.

Você também pode buscar empresas que praticam o comércio justo, principalmente aquelas próximas de você, onde se torna possível conhecer quem fez suas roupas assim como o processo de produção, fomentando também o comércio local. Sem contar que quanto mais próximo da fonte, menor a geração de gases do efeito estufa, certo?

Mas não esqueça: Quando o assunto é moda, a melhor forma de ser sustentável é sempre tratar bem as roupas que você já tem!

Saiba mais AQUI.

Texto escrito em parceria com Juliana Schulz.

Equipe Casa Sem Lixo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.