Festa Sem Lixo – Theo 9 anos

Festa Sem Lixo – Theo 9 anos

Esse ano o Theo completou 9 anos e apesar de sempre comemorarmos estas datas especiais de alguma forma, como são dois filhos, temos combinado: um ano tem festa de aniversário para o Theo, no ano seguinte para Nina. 2019 foi a vez do nosso menino!

LOCAL E CONVIDADOS

O orçamento era curto e tínhamos à disposição o salão de festas do prédio do meus pais, um local simples, mas cheio de histórias e significado. Local da minha infância, ali comemorei a maioria dos meus aniversários e do meu irmão! Por não ser um espaço muito grande, resolvemos convidar apenas a família e os amigos do aniversariante, que já tem condições de curtir uma festa sem a companhia dos pais (a lista foi feita com ele).

TEMA + CONVITE

Começamos a pensar no tema há bastante tempo. Pra falar a verdade, o Theo fala sobre isso desde o ano passado! Depois de considerar Harry Potter e Aladdin, decidiu pelo Futebol! Ele ama, treina toda a semana e é torcedor do Barcelona.

Do outro lado, a mamãe aqui já sabia quem iria decorar a festa há alguns meses também: a Ju Schulz, da empresa Festa Sem Lixo! Uma amiga querida que entende do assunto e faz um trabalho especial, com o tom da festa que desejávamos. Como é bom saber que já existem pessoas que prestam este tipo de serviço, pensando em cada detalhe para que uma festa seja alegria do início ao fim!

Criar a arte do convite faz parte do Kit da Ju, que nos conhece bem e sabia direitinho de um recadinho essencial para os convidados como você pode conferir! Os convites não foram impressos. Foi tudo enviado via WhatsApp.

No dia da festa, todos os itens da decoração vieram dentro de uma caixa de madeira, com embalagens de tecido reutilizado, e alguns em plástico bolha e papel, todos sendo reaproveitados. 

A decoração foi montada pela própria Ju, que usou também peças emprestadas para complementa-la, como um jogo de pebolim, luva de goleiro e uma “mini” chuteira. Eu levei alguns vasos de flores de casa para decorar o ambiente, e assim a mesa ficou linda! Cheia de significado, amor e carinho…

CARDÁPIO + COMO SERVIR?

Para o cardápio buscamos opções que os convidados pudessem comer com as mãos, sem necessidade de louças ou outros utensílios (com exceção do bolo). A ideia era também servir comidinhas assadas, evitando frituras. 

Assim, montamos um cardápio de salgados com Mini Pizzas da Comidinha21 + Muffins de frango, Coxinhas de frango com batata doce (deliciosas!), pães de beijo, tudo da Dona Mima Sabores Saudáveis e pães de queijo “industrializado”, comprado no supermercado.

Quanto aos doces, servimos Cupcake de cenoura e Cookies também da Dona Mima Sabores Saudáveis, Pipoca doce de vários sabores da Alice Pipoquinhas Gourmet e Docinhos tradicionais da querida Mariana da Belle Caramelle, que também fez o Bolo delícia, escolhido pelo próprio Theo!

Para beber servimos sucos em suqueiras que faziam parte do pacote da Festa Sem Lixo, além de água, chá e café.

Os fornecedores de comidinhas foram super parceiros, nos entregaram as comidinhas em caixas, que depois conseguimos devolver, ou em travessas retornáveis. As pipocas compramos à granel, direto nos potes onde seriam servidas durante a festa.

Os pratos, copos e guardanapos de tecido vieram em uma caixa da Festa Sem Lixo, todos higienizados, para serem usados durante a festa. Nos copos os convidados anotavam seu nome para não perder durante a festa e, evitar o desperdício de água. Para orientar os convidados, havia um quadrinho com toda a informação necessária!

DIVERSÃO + LEMBRANCINHAS

O Theo não quis recreação na festa. Ele disse que “não gosta mais”! Ah como eles crescem… Respeitamos com um pouco de receio se daria certo… Para divertir a criançada, alugamos alguns brinquedos: Cama elástica, Mesa de futebol de botão e Pebolim. Houveram também dois momentos com hora do conto — o aniversariante escolheu algumas histórias que foram contadas pela mamãe e o papai Paulo que é contoterapeuta (ele arrasa! Saiba mais AQUI). Além disso, levamos uma caixa com jogos de tabuleiro e sugerimos que os amigos trouxessem também. Montamos um “circuito de jogos” que proporcionou um pouco mais de diversão para a criançada!

Sobre as lembrancinhas, sempre busco alternativas sustentáveis, como escovas de dente de bambu, kit lixo zero… Desta vez escolhi os canudos de silicone da Silicup, com a escovinha para higienização. As crianças gostaram muito!

REGISTRO

Na última festinha do Theo, nossa primeira “festa sem lixo”, lá em 2017, nos esquecemos completamente de contratar um fotógrafo… Se arrependimento matasse… Na hora da festa a gente não para. Atende criança, família, não dá tempo nem de ir no banheiro (risos), quem dera pra tirar foto! Bom, dessa vez não cometemos este erro.

Um olhar sensível e atento, preocupado em registrar os pequenos momentos de um dia especial como este faz toda a diferença. O Joni Pereira foi o escolhido. Ele tem um projeto incrível chamado “Aquele Dia pra Sempre”. Já fotografou nossa casa como ninguém jamais fez antes… De forma que no decorrer deste relato você pode captar um pouco do que foi esta tarde de festa! Obrigada Joni, somos apaixonados pelo seu trabalho.

GESTÃO DE RESÍDUOS

O resultado de uma festa sem lixo só conseguimos mensurar no final. As crianças estavam cansadas de tanto se divertir numa festa pensada realmente para elas e quanto ao lixo? Bom, tivemos algumas garrafas plásticas de 5 litros do suco de laranja, duas garrafas de vidro do suco de uva, dois sacos plásticos do pão de queijo e os queridinhos resíduos orgânicos, que foram pra compostagem!

Nossos queridos convidados foram muito atenciosos e não embalaram os presentes com plástico. Amamos todos vocês!

Foi tudo muito especial, do início ao fim.

Registro aqui minha gratidão a cada fornecedor que de forma atenciosa se esforçou para fazer com a gente mais uma festa sem lixo e, em especial a amiga Ju Schulz que “escreveu” a festa comigo, atuou em cada “capítulo” dela, fazendo nosso menininho MUITO feliz!

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, não é impossível nem muito difícil fazer isso acontecer. Basta querer. Uma festa de verdade promove alegria e não “sujeira”, restos que a natureza não tem que dar conta. A responsabilidade é nossa… Se um menino de 9 anos já entende isso, acredito que todo mundo possa entender e fazer acontecer!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.