COMO DESCARTAR A ESCOVA DE DENTES DE BAMBU?

COMO DESCARTAR A ESCOVA DE DENTES DE BAMBU?

Quando um tema é importante ele merece aparecer muitas e muitas vezes por aqui. Como a escova de dentes tradicional não é reciclável (what?!), ela deixou de ser uma opção para a gente. Desde então iniciamos nossa busca por uma opção mais sustentável. Saiba mais AQUI.

Assim que começaram a ser fabricadas no Brasil, fiz questão de tê-las em nossa coleção Gentileza, disponível lá no Mercado Sem Lixo.

Ok, elas fazem parte da nossa vida e agora? O que fazer quando se tornam apenas um resíduo?

Por ser de bambu, o cabo pode voltar para a terra. Mas, antes disso, tire o melhor proveito das suas escovas. Quando ficarem muito velhas para escovar os dentes:

  1. Coloque-as para auxiliar na faxina da casa. 
  2. Faça plaquinhas na horta, identificando cada planta.
  3. Seja criativo, ou pesquise… devem haver mais ideias por aí.

Somente quando não encontrar mais utilidade, enterre-as.

MAS E AS CERDAS? 

Por serem de nylon (mesmo as com carvão ativado, são de plástico!), muito fininho, ao invés de enviar com os rejeitos e correr o risco de acabar no meio do caminho (na rua, no bueiro, no mar… Afff…), preferimos armazená-las num pote em casa. Quando o pote ficar bem cheio, encaminhe para a reciclagem. Que tal?

Acredito que as chances de reciclagem aumentam quando são enviadas em maior quantidade.

O CABO DE BAMBU

O cabo leva em média 3 anos para se decompor na terra. Então a dica é enterra-lo em um local onde ele poderá ficar pelo tempo necessário para se decompor.

Se você não tiver acesso fácil a um lugar com terra, aproveita para criar “um evento”. Leve a família para um sítio, ou um parque… curtam a natureza e juntos procurem pelo espaço perfeito para “plantar” suas escovinhas.

Assista o vídeo para saber mais, AQUI.

Se você ainda não escolheu a sua escova, dá uma olhada nesse posta AQUI!

Nicole Berndt