ALTERNATIVAS

Sempre fui meio natureba. Durante minha infância minha mãe passou por uma fase BEM natureba e isso fez toda a diferença pra mim.

Gosto de dizer que sou “alternativa” e, quando passo por períodos de mudanças, meu “eu alternativo” parece aflorar ainda mais e, aí já viu… Novas alternativas surgem e eu amo!

Foi assim, em busca delas, que eu fui impactada por três mulheres incríveis. Cada uma com sua história, e todas com uma missão em comum: produzir menos lixo.

A primeira delas foi a Cristal Muniz. Lendo a revista Vida Simples, num raro momento alternativo do ano passado, me deparei com esse nome, e meu interesse aumentou ao descobrir que ela era da minha cidade… Fui pro Google na hora! Fiquei chocada com o que vi. Vai lá… É só clicar aqui.

Foi a Cristal quem me apresentou a Lauren Singer, uma menina americana incrível que conseguiu colocar dentro de um pote de vidro tudo o que ela produziu de lixo em 4 anos!!! Foi um vídeo atrás do outro no YouTube. Aí eu já comecei a ficar meio indignada comigo mesma… Como que eu nunca tinha entrado em contato com nenhum daquele conteúdo antes! O site dela é este aqui.

A Lauren me apresentou a Bea Johnson. Meu Deus! Nesse momento já tinha virado obsessão (aff…). A Bea é uma francesa, mãe de dois filhos, que fez do Zero Waste (Desperdício Zero) o seu estilo de vida. Ela escreveu o livro “Zero Waste Home” que já foi traduzido em algumas línguas. Ano passado foi lançado em Portugal (Desperdício Zero). Infelizmente ainda não chegou aqui no Brasil, nem o E-book na Amazon. (Mais pra frente vou fazer um post só sobre ele…) O site dela é este.

Detalhe: Nenhuma delas me conhece, mas entraram na minha vida e me impactaram de uma forma irreparável. Tanto é que estou aqui!

Um dos motivos pelos quais decidi criar este blog é o fato de ainda encontrar muito pouco conteúdo em português sobre este assunto. Por isso, quero dedicar este espaço para trocar ideias e dicas práticas para auxiliar outras pessoas no seu dia-a-dia.

Acredito nisso!

Vamos criar alternativas onde as pessoas podem ser, ao invés de ter!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.