COMPORTAMENTO · COMPRAS · EVENTOS · RECUSE · REPENSE

Festinha Sem Lixo – 2

Li esses dias a seguinte frase da Rafa Cappai, da Espaçonave: “Existe um futuro impossível acontecendo agora.” Nossas festas infantis (e dos adultos também!) são a prova concreta disso. Feitas de luxo e glamour plastificado, totalmente insustentáveis, uma vez que os recursos do planeta são finitos e estão escassos.

A medida que o mês de Maio se aproximava cresciam minhas expectativas e porque não, preocupações em organizar, ou não, mais uma festinha de aniversário da família. Agora era a vez de comemorar os 3 aninhos da Nina que não falava em outra coisa.

O tema “já estava definido” desde o ano passado: O reino de Arendelle das princesas Elsa e Anna. Sugeri outros temas, mas não houve jeito. Frozen já tinha congelado essa ideia no coração da minha filha… (risos, quase lágrimas)!

Organizar uma festa nunca foi tarefa fácil para mim. Não sou fã de festas, confesso. Prefiro comemorar de tantas outras formas. MAS, quem tá na chuva… Lá fomos nós às listas, pesquisas, orçamentos, prints, etc. Segue então um longo post com um “diário” da nossa segunda festa sem lixo.

LISTA DE CONVIDADOS + LOCAL DA FESTA

Nina (58 de 195)Minha organização em geral começa por aí. Fazer a lista é sempre difícil, porque festa é festa né, e a gente quer dividir com todas as pessoas que amamos. Só que a realidade não permite, então penso sempre no aniversariante e como fazer daquela comemoração a mais divertida possível para ele, no caso ela, Nina. O salão de festas que tínhamos disponível era relativamente pequeno, sem muita infra, logo, priorizei as crianças. Festa de criança tem que ter criança!

CONVITE – O convite foi enviado via WhatsApp, Convite_Niver_3_anosentão nada de lixo. Com ele enviamos a seguinte mensagem: “Segue um convite da Nina. Vamos tentar fazer uma “Festa Sem Lixo” onde a presença de vocês será o maior presente, mas se quiserem dar um presentinho para ela, não se preocupem com o embrulho, afinal ele acaba sendo descartado 😉. Aguardamos sua confirmação para enviarmos o endereço. 😘” Lixo produzido: zero!

Nina (77 de 195)

DECORAÇÃO – Como fazer uma decoração bonita sem lixo? Acho que no nosso caso foi relativamente simples uma vez que o tema já foi bastante “explorado”. Aluguei o painel numa casa de artigos para festas. Me ofereceram o famoso “arco de balões” mas, deixei claro que não entraria nenhum balão na festa, por isso escolhi os tecidos para o acabamento (um tipo de cortina que eles já tinham pronta). No restante do salão coloquei alguns porta-retratos da Nina e algumas plantas que já tinha em casa. Lixo produzido: 13 cintas plásticas, conhecidas como “língua de sogra”, necessárias para segurar o painel nos ganchos da parede.

WhatsApp Image 2018-05-08 at 17.00.44 (1)MESA DO BOLO – A mesa do bolo é uma das “coisas” mais importantes nas festas dos dias de hoje. Mesmo que seja tudo fake (como acontece na maioria dos casos), sinto que há uma super valorização dela. Concordo? Não, mas isso não vem ao caso. A questão aqui é o lixo, sendo assim, com o painel de fundo, creio que já tínhamos meio caminho andado. Uma amiga indicou uma artesã que faz os personagens do tema em feltro, a Lila Fernades da Lilartemfeltro . Nina (64 de 195)As bisas se uniram para dar de presente para a Nina – ficaram LINDAS! Alugamos também uma mesa branca e a toalha, assim como bandejas de vidro para os docinhos e as letras do nome dela. Acrescentamos uns potes nossos de vidro para colocar os marshmallows, decorados com fitinhas de cetim. Além disso encomendamos um bolo delicioso, com a Sara Melissa (que também fez os docinhos), decorado com o motivo da festa. Nina amou! Detalhe: o bolo poderia ter sido menor. Mesmo sendo tão gostoso, as pessoas acabam não comendo muito, porque já estão de “barriga cheia”, então, fica a dica. Lixo produzido: Vela + embalagens dos marshmallows e das bonecas. As fitinhas serão todas reutilizadas. As bonecas são os brinquedos favoritos da aniversariante no momento.

WhatsApp Image 2018-05-08 at 17.01.01 (1)LOUÇAS + COPOS E ETC… – Alugamos algumas louças, talheres + toalhas para as mesas + guardanapos de pano, tudo na ESTOQUE 4 (e fica aqui um GRANDE parênteses, como a Bea Johnson diz, as pessoas realmente “respeitam” os guardanapos de pano. Alugamos 60 para os 60 convidados, mas creio que não foram usados nem 20!). Os copos pegamos novamente em consignação na Meu Copo Eco, que cobrou apenas a higienização. Desta vez peguei 120 copos: metade para bebidas e a outra metade para servirmos algumas comidinhas (já vou falar sobre elas). Lixo produzido – zero!

Nina (28 de 195)  Nina (3 de 195)

Nina (34 de 195)  Nina (1 de 195)

WhatsApp Image 2018-05-08 at 17.00.46 (2)  WhatsApp Image 2018-05-08 at 17.00.46 (1)

COMIDINHAS – Pra variar, exagerei! Morro de medo de faltar comida e sei que preciso melhorar no planejamento dos alimentos. Tentamos fazer o máximo possível de “finger-food” que são comidinhas que se come com as mãos. As mesas foram “enfeitadas” com as entradinhas: lascas de cenoura (do Olaf), chips de aipim/mandioca (tem à granel, mas como era muita quantidade, acabei comprando 3 sacos grandes que não cabiam em nenhum dos nossos potes… peninha!), creme de ricota + creme de grão de bico (húmus). Em um aparador servimos sanduíches naturais (pão francês + tomate + alface + queijo + peito de peru – comprados na padaria, direto no potinho), pão caseiro (feito pela minha mãe) + doces de morango e uva (comprados em potes de vidro) e os mesmos molhos das mesas + pão de queijo (não deu tempo de fazer os meus… buá!) + salada de frutas com granola (Eu fiz! Receita AQUI) + Brownie (Fiz também! Receita AQUI). Nos copinhos servimos: pipoca e pinhão e a salada de frutas (folhas, legumes e frutas comprados sem saquinhos!). Além disso compramos todos os ingredientes para servir um macarrão com molho de tomate (que foi feito) no final da festa. Só que ninguém podia comer mais nada (kkkk…) e só então me dei conta do verdadeiro EXAGERO da minha parte… Ufa! Não posso esquecer do bolo, os marshmallows e MUITOS docinhos. Pedi para a doceira não usar embalagem nenhuma, ela não usou o plástico, mas usou as forminhas de papel… quando vi fiquei bem chateada, mas não tinha tempo para fazer mais nada… A não ser, não servir com as forminhas… DESEJO FRUSTRADO (mas que fica para o futuro): Queria muito fazer uma festa vegana, não consegui. Aí pensei: “Então será ovo-lacto-vegetariana, precisamos aumentar nossa pegada ecológica! Entrarão apenas ovos (do brownie e do bolo) e leite (do pão de queijo, creme de ricota, bolo e docinhos).” Só que surgiu a ideia do sanduíche… que, sinceramente, poderia ter sido dispensado. Mais uma vez: peninha! Lixo produzido: forminhas de papel dos docinhos, palitinhos dos sanduíches, saco plástico da ricota, do chips de aipim, dos pães de queijo e do marshmallow, saco de papel dos pães e caixa de papelão dos docinhos (a do bolo conseguimos devolver).

BEBIDAS – Usamos garrafas térmicas para Nina (189 de 195)o café e o chá que foram servidos nas xícaras alugadas. O chá era de saquinho, da marca Tribal Brasil, vendido numa latinha mas sem embalagem individual. UFA! Tinha também: Cerveja + Água + Suco de Uva (compramos em garrafas de vidro, que foram todas reutilizadas na empresa da família) + Suco de Laranja (3 galões de 5 litros que foram enviados para a reciclagem – sobrou MUUUITO suco). Foram alugados 3 recipientes para servir estes três últimos, assim as pessoas podiam se servir à vontade. Lixo produzido: As garrafas PETs do suco de laranja, os saquinhos de chá e as latinhas de cerveja (enviadas para reciclagem).  Poderíamos ter feito suco natural, o chá também, mas realmente não tivemos condições, para isso teríamos que contratar pelo menos mais uma pessoa para nos ajudar!

Nina (159 de 195)RECREAÇÃO – Mais uma vez contamos com o pessoal e os brinquedos da Funfarra que são absoluto sucesso. Acho que as crianças amaram, porque brincaram pra caramba! Dessa vez conversei com eles sobre o “lema” da festa (ano passado esqueci deste detalhe!) e pedi que não usassem balões ou coisas descartáveis nas brincadeiras. Deu certo. No final das contas acabaram usando 1 balão para uma das brincadeiras (na hora não consegui dizer não… afff).

LEMBRANCINHAS – Com o desejo de imprimir esse estilo de vida nas próximas gerações cada criança saiu da festa com parte de um “futuro kit lixo zero”. Talheres (comprados da Decathlon) e um guardanapo que eu mesma costurei.

Nina (22 de 195)   Nina (62 de 195)

FOTOGRAFIA – Não poderia deixar de registrar a responsável por todas as imagens deste post, imagens que estarão conosco pra sempre. Me arrependi amargamente de não ter contratado um profissional no ano passado para registrar a festa do Theo, esqueci completamente deste pequeno imenso detalhe. Este ano o olhar atento e sensível da Flávia Laurentino esteve presente com a gente. Amamos… o resultado está aí!

Falando em costura, eu mesma customizei a camisetinha da Nina. Amo fazer essas coisas.

Nina (92 de 195)

NOSSOS QUERIDOS AJUDANTES – A festinha só foi possível porque pelo menos três pessoas nos ajudaram muito naquele sábado tão corrido! Primeiro minha imensa gratidão a nossa querida Luzia, que está em nossa casa há quase 8 anos! Foi ela quem ficou comigo nos bastidores assando pão de queijo, cortando pães, picando as frutas, cenouras, fazendo sanduíches, molhos, organizando, limpando… ufa! Sem ela, sem festa. Meu pai, o vovô Dedé, também foi incansável correndo pra cima e pra baixo pra que tudo estivesse pronto. A Bisa Ema foi quem deu a ideia dos pinhões e, no altos dos seus 87 anos cozinhou a metade! Uma querida! E tem a Bruna, nossa sobrinha do coração que ficou com a Nina e também ajudou em tudo o que precisava! Meu amor e gratidão a vocês meus amores. Uma festa é feita por pessoas, registro minha honra a cada uma delas.

Nina (98 de 195)   Nina (49 de 195)

Nina (38 de 195)   Nina (172 de 195)

Enfim, sempre é possível melhorar. Mas esta é uma vida de eterno aprendizado. Nem todos os convidados conseguiram “não embalar” os presentes, mas creio que o saldo da festa foi super positivo. Amei saber de uma amiguinha que chegou morrendo de vergonha com o presente SEM embalagem nas mãos (um elefantinho rosa de pelúcia que a Nina dorme agarrada). Depois a mãe dela me contou que ela não queria entrar porque o presente não estava embalado… Ela disse: — Mamãe, esta é uma festa muito INCOMUM!

Ela não estava errada, mas minha esperança é que festas como esta sejam cada dia mais comuns!

Confira mais sobre esta festinha em nosso canal no Youtube, com vídeos da festa e outros detalhes que não consegui descrever tão bem aqui!

2 comentários em “Festinha Sem Lixo – 2

  1. Muito bacana as ideias! Gostei muito também de como você colocou que é um aprendizado constante, porque é isso mesmo! E jamais podemos nos sentir desencorajados quando não der para fazer tudo, afinal “fazer alguma coisa já é muito melhor do que não fazer nada”. Obrigada pela inspiração, dicas e registros tão lindos mostrando que não é necessário gerar lixo para que as crianças (e adultos também) se divirtam e compartilhem momentos felizes.
    =)

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s