COMPORTAMENTO

NÃO, OBRIGADA!

O primeiro e maior filtro para uma casa sem lixo é ativado na rua. Quando estamos fora de casa temos o poder de decidir o que levaremos para dentro dela, da bolsa e até mesmo das latas de lixo que encontramos no caminho.

Nosso comportamento na rua precisa ser coerente com a mudança que desejamos ver dentro de casa.

RECUSAR parece radical demais numa sociedade expert em desperdício, que corre sem parar e ainda assim não tem tempo pra nada, mas, é sem dúvida o primeiro grande passo para esta mudança.

Como tenho me comportado fora de casa? O que preciso recusar?

Seguem aqui algumas dicas que nossa família está se esforçando para colocar em prática. Uma lista de coisas e comportamentos a serem recusados:

COPOS PLÁSTICOS – Escolha lugares que disponham de copos de vidro ou metal. São atóxicos e reutilizáveis. Tá com pressa? Use o seu copo e, siga em frente. Esqueceu em casa? Segure as pontas. Sua sede, ou desejo, terá de esperar.

CANUDINHOS PLÁSTICOS – Desnecessários. Tome diretamente no copo (de metal ou vidro). Ah! Mas eu tô com pressa… Temos algumas opções: 1) Use o seu copo pessoal para viagem. (Ah! Esqueci de trazer…) 2) Faça uma pausa. Sente. Viva o momento e beba o seu desejado líquido sem stress no local que você escolheu. (Ah! Não vai dar, não tenho tempo mesmo!) 3) Que pena… Vai ter que ficar pra outra hora.

PRATOS E TALHERES DESCARTÁVEIS – Mesmo raciocínio do COPO PLÁSTICO.

GUARDANAPOS DE PAPEL – Esse é difícil! Escolha lugares que usem de pano. Ou, tenha um pessoal sempre à mão (na bolsa). Ele terá outras utilidades, acredite!

LENCINHO DE PAPEL – Lembra daquele lencinho de bolso do seu pai? É hora de matar a saudade! Peça a ele um de presente (ele deve ter mais de um). Ou, use o seu guardanapo de pano (muitas utilidades, lembra?).

SACOLAS DESCARTÁVEIS – Desnecessárias também! Ecobags ou sacolas reutilizáveis são itens obrigatórios para uma casa (vida) sem lixo.

FOLHETOS, FOLDERS, REVISTINHA DE PROMOÇÕES – Não, obrigado! Simples assim.

EMBALAGENS – Evite consumir comidas e bebidas industrializadas… GARAFINHAS, LATAS, SAQUINHOS, BALAS, CHICLETES, etc., etc., etc… Não, obrigada! Organize seu tempo. Planeje. Assim, quando a fome chegar você terá opções trazidas de casa, ou tempo suficiente para comer num local que esteja de acordo com as dicas acima.

COMPRAS – Entre numa loja, supermercado ou shopping somente quando você realmente precisar comprar alguma coisa. DE VERDADE! E pense bem se essa “coisa” respeita o planeta e a decisão tomada por menos desperdício. Caso contrário: Não, Obrigado! “O que os olhos não veem o coração não sente.” Acho que essa é uma das poucas situações onde esse ditado se aplica.

Devo estar esquecendo de muitas dicas… Mas estamos começando, né?

Vamos com calma. Devagar e sempre… Um passo de cada vez.

Um comentário em “NÃO, OBRIGADA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s